27 mortos e 30.000 afetados pelas chuvas em El Salvador

(CNN espanhol) — a passagem da tempestade tropical Amanda e os efeitos de Cristóbal deixaram 27 mortos e 10 desaparecidos em El Salvador, informou o governo salvadorenho através da rádio e da televisão nacional.

as chuvas durante sete dias consecutivos afetaram cerca de 30.000 pessoas, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pelas autoridades durante uma reunião na qual Bukele esteve acompanhado de seus ministros. Do total de afetados, pouco mais de 12.000 foram transferidos para 259 albergues.

o relatório preliminar do governo também registra 369 casas destruídas e 1.200 com danos estruturais. “Os números vão mudando, mas devemos dar uma resposta a todos”, assegurou o presidente Nayib Bukele durante o encontro com seu gabinete.

Crédito: MARVIN RECINOS / AFP via Getty Images

o país da América Central está enfrentando duas emergências: uma pelas chuvas e outra pela pandemia covid-19. As autoridades de saúde explicaram que nos albergues aplicam o protocolo de distanciamento para reduzir o risco de contágio. “Estamos distribuindo álcool em gel e máscaras”, afirmou durante a reunião Francisco Alabí, ministro da Saúde.

as chuvas constantes também danificaram as plantações de milho, feijão, arroz e prevê-se que o excesso de água afete as plantações de café. “Vamos ter que pensar em um plano de recuperação e reativação do agro. Além de garantir a alimentação”, admitiu o presidente Bukele, que adiantou que para definir as linhas estratégicas formará uma mesa na qual participarão diversos setores.

até quinta-feira eram reportadas “nove pontes afetadas, 717 desabamentos e 21 cárcavas que em alguns casos danificaram estradas que deixaram “municípios desconectados”, assegurou o presidente salvadorenho. De acordo com a previsão, as chuvas continuarão até o fim de semana.

Crédito: MARVIN RECINOS / AFP via Getty Images

“não é tempo de abrir a economia”

Bukele insistiu que não é tempo de abrir a economia e advertiu que acredita que os países que tomaram essa decisão “serão obrigados a fechar antes que chegue o dinheiro” devido a uma nova onda de casos.

a quarentena em El Salvador foi estendida até 15 de junho e não há, por enquanto, uma data para começar a abrir setores de maneira paulatina. “A quarentena é longa e dolorosa”, admitiu Bukele, mas se justifica pelo fato de que o número de mortos por causas associadas ao coronavírus é menor do que o registrado pelos países da região.

a opositora Aliança Republicana Nacionalista (Arena) pediu à Corte Suprema de Justiça que suspenda a vigência do decreto emitido pelo governo para estender a quarentena. Com a prorrogação, as pessoas “devem escolher entre caminhar ou não ir trabalhar” e, no caso das empresas, “entre contratar um microônibus para levar seus funcionários ou fechar” até 15 de junho, afirmou em sua conta de Twitter Erick Salguero, presidente do partido.

diante dos recursos interpostos por pessoas particulares, a Sala Constitucional já suspendeu a vigência de dois decretos que declaravam a emergência nacional e ordenavam medidas para a quarentena, enquanto estuda se o executivo está tomando atribuições da Assembleia Nacional, o que provocou uma tensa relação entre os órgãos do Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.